Di2win

O mercado de FIDCs vive um momento de mudança no Brasil e a tecnologia é a sua maior aliada

Segundo a Anbima, com a entrada da Resolução 175 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o percentual de participação dos FIDCs no mercado de crédito poderá triplicar. 

A Resolução 175 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) marca um momento crucial para a indústria de fundos no Brasil. Ela tem como foco a modernização das regulamentações e a integração de inovações com base na Lei da Liberdade Econômica de 2019. 

Essa atualização é de extrema importância, pois, à medida que o mercado de fundos no Brasil se expande e se torna mais competitivo, os gestores de fundos estão em busca constante de oportunidades para oferecer produtos ainda mais atraentes e competitivos aos investidores. 

Além disso, ao tornar os FIDCs mais acessíveis, a nova regulamentação contribui significativamente para a inclusão financeira, permitindo que um número cada vez maior de pessoas participe do mercado de investimentos. 

 

As principais mudanças com a CVM 175: 

Acesso para Pequenos Investidores 

Agora, não se restringe mais apenas aos investidores qualificados; com a nova resolução, investidores do varejo podem ter acesso aos fundos de crédito 

Alteração de Normas 

A Resolução 175 modificou 38 normas existentes, substituindo a antiga CVM 555. 

 

Internacionalização de Investimentos 

A nova regulamentação abre oportunidades para investimentos internacionais. 

 

Maior Diversificação 

A possibilidade de investir em FIDCs oferece aos pequenos investidores uma maior diversificação em suas carteiras. 

 

Aumento da Acessibilidade 

As mudanças visam tornar os investimentos em fundos mais acessíveis e inclusivos para um público mais amplo. 

Como a tecnologia desempenha um papel fundamental nos FIDCs em momentos de transformação? 

No cenário em constante evolução do mercado financeiro, a tecnologia emerge como uma aliada primordial para instituições que estão em busca de prosperar em meio a mudanças regulatórias. A resolução CVM 175, recentemente implementada, simplifica o compartilhamento de informações entre as partes interessadas ao possibilitar o uso de imagens digitalizadas. Isso não apenas agiliza processos, mas também marca um passo significativo em direção à eficiência e modernização no setor financeiro.  

Nesse contexto uma das grandes vantagens da tecnologia é a capacidade de reduzir erros. Processos manuais estão sujeitos a falhas humanas, mas a automação e a digitalização proporcionadas pela tecnologia minimizam esses riscos. Com a precisão das informações garantida, os FIDCs podem tomar decisões mais embasadas e estratégicas, trazendo maior segurança e confiabilidade para seus investidores. 

Mas os benefícios da tecnologia não param por aí. Ela não só otimiza os processos diários das equipes dos FIDCs, como também as capacita a dar um salto rumo à transformação digital. A digitalização de documentos é apenas o começo. Com a tecnologia, os FIDCs podem integrar sistemas, automatizar tarefas, melhorar a análise de dados e proporcionar um atendimento mais ágil e personalizado aos seus clientes. 

Imagine equipes trabalhando com menos tarefas manuais repetitivas e mais tempo para focar em estratégias de investimento e na busca de oportunidades de alto retorno. Isso é o que a tecnologia oferece, permitindo que os FIDCs se destaquem em um mercado competitivo. 

 
Como a Di2win impulsiona FIDCs? 

O ExtrAIdados Financeiro é uma solução inovadora desenvolvida pela Di2win, especificamente projetada para atender às necessidades do setor financeiro. Esta avançada plataforma de Inteligência Artificial oferece automação eficiente para a Gestão de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs), resultando em uma análise de dados precisa, redução significativa de erros, otimização dos fluxos de trabalho e um notável aumento na eficiência das operações internas. 

Documentos Contábeis e Societários: Com o ExtrAIdados Financeiro, você pode agilizar a extração de informações contidas em documentos como duplicatas, contratos de aluguel, hipotecas, notas fiscais de serviços, precatórios e debêntures. 

Além disso, a plataforma permite a extração de informações detalhadas de documentos societários. Isso inclui dados sobre pessoas, poderes, bens e cotas, tudo com a aplicação de regras de negócio personalizadas para atender às necessidades específicas de cada cliente. 

Documentos Pessoais e Mais: O ExtrAIdados estende seu alcance para a extração de dados de documentos pessoais, como CNH, RG e IRPF, além de comprovantes de residência, certidões de casamento e certidões de nascimento. Adicionalmente, um diferencial da nossa solução é a capacidade de extrair dados de documentos não estruturados, que não seguem um padrão rígido. Isso significa que mesmo os documentos mais desafiadores podem ser processados com eficiência e precisão.  

 

Quer conhecer mais sobre as possibilidades oferecidas pelo ExtrAIdados?  

Entre em contato com um de nossos consultores.