Para crescer e desenvolver, é fundamental para qualquer imobiliária ter conhecimento do seu público alvo e da movimentação do mercado para que a gestão seja realmente eficiente, mas o que fazer quando os negócios não estão indo conforme o esperado? Você sabe identificar os problemas?

É preciso partir de um planejamento estratégico muito bem estruturado. Há clientes que compram imóveis de acordo com a especulação financeira, enquanto outros desejam organizar uma vida nova, alugando, por exemplo. Há ainda aqueles que querem manter o imóvel como fonte de renda e pensar no futuro. São diferentes pontos que fazem o mercado imobiliário ser considerado tão promissor hoje em dia.

Além disso, sem prestar atenção nos detalhes, identificamos o primeiro problema: a falta de controle nos processos. Quantos atendimentos são feitos por dia? Em qual situação está cada um deles e, com qual corretor? Qual a previsão de vendas e locações para fechar o mês? Quantas negociações estão aguardando a imobiliária ou o cliente? 

O principal ponto é você ter controle sobre a imobiliária, capacidade de atendimento, eficiência, lucratividade, produtividade, qualidade e organização. Sem isso, a alta demanda de concorrência acaba ficando com uma fatia de clientes que seria sua.

Neste artigo, trouxemos algumas soluções para te ajudar na gestão imobiliária e alavancar o seu negócio. Agora que você sabe como a gestão funciona, fica mais fácil identificar os problemas citados acima e cruzar com as soluções para cada um deles, não é mesmo?! Vamos lá?

Você se preocupa em manter um bom controle financeiro? 

Muitos gestores não têm o hábito de fazer um controle financeiro e ficam sem saber quais são seus rendimentos, gastos e lucros. Isso pode prejudicar o planejamento da empresa e a avaliação do rendimento do negócio em geral. 

O controle financeiro é uma necessidade da empresa para se manter competitiva no mercado. Isso interfere nas vendas, locações e investimentos imobiliários como um todo. Outro ponto é ter sempre uma reserva para casos de emergência, como baixa de mercado, e controle sobre despesas e custos – água, luz, folha de pagamento – deixando seu negócio mais seguro. 

O crescimento do negócio depende, basicamente, de algumas práticas

A base de uma boa gestão imobiliária é a organização dos processos, garantindo um ambiente de trabalho eficiente e profissional. A imobiliária é responsável por intermediar transações de compra, venda, locação e financiamento de imóveis, por isso, é muito comum acontecer um acúmulo de tarefas. 

Mas, o que esse acúmulo pode trazer de malefício? A perda de clientes em potencial e aqueles já fidelizados. Com uma organização minuciosa dos processos internos do dia a dia e de toda a documentação, a eficiência do negócio será garantida. 

Facilitar o acesso aos imóveis e corretores imobiliários é outro fator importante

Mantenha o seu portfólio sempre atualizado e com todos os dados de que os clientes possam precisar. Uma boa carteira de clientes mantém a imobiliária competitiva no mercado. Para isso, mantenha atualizada as informações de contato dos clientes, agilizando a comunicação. 

Com as diversas ferramentas que a internet disponibiliza, você pode se manter em contato por e-mail, whatsapp, redes sociais e até contato telefônico do próprio corretor.

A sua imobiliária tem uma gestão eficiente de contratos? 

Os contratos oficializam o acordo das duas ou mais partes em torno do trato a ser fechado, sem esse documento, a sua imobiliária fica vulnerável. Uma boa gestão de contratos imobiliários envolve uma boa administração, fazendo parte de todos os processos da negociação. 

Como você organiza e acessa os contratos da sua imobiliária? É imprescindível mostrar competência, responsabilidade e agilidade na hora de uma renovação, por exemplo. Por isso, os corretores e gestores precisam estar preparados e bem instruídos. Mas como?

O investimento na equipe é extremamente importante

Valorizar e investir na capacitação e desenvolvimento do time da sua empresa é um grande diferencial. Afinal, é a qualidade técnica e comportamental que leva ao fechamento de negócios, cursos e palestras não são gastos, mas investimentos na melhoria do desempenho de todo o negócio. 

O incentivo na melhora da performance também funciona como um estimulante, mostrando para sua equipe que a empresa se preocupa e se compromete com o crescimento de todos. Uma boa dica? Gratificações e bonificações no alcance das metas. Isso aumenta mais a vontade de crescer em equipe, atraindo maior engajamento e, consequentemente, maior lucratividade.

Você sabe o que é pipeline? 

O pipeline de vendas é uma representação visual das oportunidades de fechamento de negócio que se encontram em cada etapa das vendas.  Passa desde a jornada de compra do cliente até atingir a conversão – onde o cliente é fidelizado. 

Quais estratégias de persuasão precisam ser adotadas? O que precisa ser aprimorado no ciclo de vendas? Quais práticas estão criando buracos e precisam ser descartadas?

Compreendendo o que significa pipeline de vendas, e qual a sua importância, você estabelece, monitora e otimiza o seu negócio. Com isso em mãos, você ainda precisa converter toda a estrutura em fechamento de negócios, certo? 

Conheça as soluções que a Di2win te oferece e evite problemas na sua gestão imobiliária. Fale com um de nossos consultores! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.